Projecto Âncoras

projeto ancorasFruto de uma candidatura apresentada a “Missão Sorriso”, os idosos  do Concelho de Caminha  passam a usufuir de um Serviço de Apoio Domiciliário com uma leque mais diversificados de serviços.

Trata-se de inovar o Serviço de Apoio Domiciliário, alargado-o às 24 horas com serviço de teleassistência, bem como a  partilha de habitação de idosos residentes em Vila Praia de Âncora e Caminha com alunos provenientes dos PALOPS, a frequentar establecimentos de ensino do Concelho.

O “Âncoras” tem como objetivo geral promover  a interação social prevenindo situações de isolamento e discriminação social e valorizar a relações intergeracionais, interculturais e o envelhecimento ativo dos idosos residente no concelho Caminha.

Neste sentido, para além dos serviços já oferecidos pelo SAD tradicional (higiene e conforto pessoal; distribuição de refeições do almoço e jantar; Higiene habitacional; Tratamento de vestuário e têxteis do lar; acompanhamento ao exterior para compras e consultas; atividades lúdicas e desportivas), integra ainda os seguintes serviços:

Serviço de teleassistência:

cscvpa2O Serviço de Teleassistência tem como objectivo contribuir para a manutenção da autonomia dos idosos no seu domicílio, com dignidade e segurança, proporcionando uma resposta imediata em situações de urgência/emergência ou derivadas destas,  24 horas por dia,  7 dias por semana, bem como o apoio na solidão a todos aqueles que se encontrem em situação de vulnerabilidade ou dependência (física ou psicológica).

Este serviço funciona 24 horas por dia através de um terminal, fixo ou móvel, onde o idoso pode, através de um botão de emergência presente numa pulseira ou colar, aliado a um telefone (rede fixa)de alta voz, falar e ser localizado e identificado pelo Call Center , o qual faz a avaliação imediata da situação e dá a resposta mais adequada à situação detectada.

A operadora após averiguar a razão e as características do alarme pode:

•    Contactar familiares ou a Instituição de forma a prestarem a devida assistência;

•    Despoletar a assistência dos Bombeiros ou da  GNR ;

•    O contacto entre a operadora e o utente ou a rede informal/formal só é cessado quando deixar de se verificar o motivo do alerta.

Grupo de intervenção psicoeducativa:

 Consiste no apoio psicoeducativo aos cuidadores informais e formais de pessoas idosas e/ ou dependentes. Tem como objetivo fundamental reduzir os efeitos negativos e a sobrecarga que se associa à tarefa do Cuidar, otimizando as competências, autonomia e auto-estima do cuidador. Organiza-se em torno de duas dimensões: i) vertente educativa e ii) vertente de suporte psicológico.

Bolsa de ajudas técnicas:

 A pensar na necessidade de adaptação do meio físico envolvente da pessoa idosa, o Centro Social e  Cultural de Vila Praia de Âncora, coloca ao dispor uma gama de soluções em regime de empréstimo e / ou aluguer a custos reduzidosa,  para satisfazer necessidades de deslocação ao exterior e perda de mobilidade, nomeadamente camas articuladas; cadeiras de rodas; andarilhos; cadeiras sanitárias e  colchões anti-escaras.

partilha casaPartilha de habitação de idosos residentes em Vila Praia de Âncora e Caminha com alunos provenientes dos PALOPS, a frequentar establecimentos de ensino do Concelho:

Assente numa perspetiva intergeracional e intercultural, de combate à solidão e isolamento do idoso, consiste no alojamento de alunos provenientes dos PALOPS. O idoso beneficiará do SAD institucional e paralelamente usufruirá da companhia de um aluno, que estará disponível para apoiar o idoso em tarefas como: apoio na toma da medicação; pequenas compras; partilha das refeições; apoio na deslocação ao exterior. Em contrapartida, o aluno recebe alojamento de forma graciosa, estando integrado num ambiente familiar.