Cantina Social

cantina socialNo âmbito da Convenção da Rede Solidária de Cantinas Sociais, para o Programa de Emergência Alimentar promovido pelo Ministério da Solidariedade e da Segurança Social, foi assinado protocolo de colaboração entre o Instituto da Segurança Social, IP, representado pelo Diretor do Centro Distrital de Viana do Castelo e esta Instituição, no dia 5 de Abril.

A Cantina Social já se encontra em funcionamento, podendo fornecer até 30 refeições diárias (almoço e jantar).

Os serviços da Cantina Social estão disponíveis de segunda- feira a domingo, no seguinte horário: das 12h às 12h15 e das 19 às 19h15.

São beneficiários da Cantina Social os agregados familiares com comprovada carência socioeconómica. A determinação do grau de carência referido no número anterior é da estrita competência da equipa técnica da instituição, em conformidade com os seguintes critérios:
a)  Situações já sob apoio social, desde que o apoio atribuído não seja do âmbito alimentarem;
b)  Situações recentes de desemprego múltiplo e com despesas fixas com filhos;
c)  Famílias/indivíduos, com baixos salários e encargos habitacionais fixos;
d)  Famílias/indivíduos, com reformas/pensões ou outro tipo de subsídios sociais baixos;
e)  Famílias monoparentais, com salários reduzidos, encargos habitacionais fixos e despesas fixas com filhos;
f)  Situações de emergência temporária, tais como incêndio, despejo ou doença entre outras.

Não podem ser beneficiários os candidatos apoiados por outras instituições/ serviços da comunidade ao nível de apoio alimentar.

documento

Documento para formalizar candidatura:

  1. A inscrição é feita mediante o preenchimento de impresso próprio a fornecer pelos serviços;
  2. A inscrição depende da apresentação, no ato de pedido de apoio, de fotocópias dos seguintes documentos:

a)  Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade;

b)  Cartão de Beneficiário da Segurança Social;

c) Recibos comprovativos dos rendimentos referentes aos três meses anteriores à entrega da ficha de candidatura, de todos os elementos do agregado familiar;

d)  Comprovativos das despesas mensais do agregado familiar, referentes aos três meses anteriores à entrega da ficha de candidatura;

e)  Declaração de inscrição no Centro de Emprego dos elementos do agregado familiar, no caso de desempregados.